A maioria esmagadora dos 64.325 queimadenses que foram às urnas no 2º turno das eleições votou maciçamente nos candidatos que venceram para a presidência e para o governo do estado. O comparecimento às urnas desta vez foi maior do que no primeiro turno quando compareceram apenas 63.089 eleitores queimadenses.

O presidente eleito Jair Bolsonaro obteve nas urnas do município de Queimados no 2º turno 38.832 votos, o correspondente a 68,47% dos votos válidos. Foram 5.033 votos a mais do que no 1º turno.

Já Fernando Haddad ficou com apenas 31,53% dos votos válidos (17.882). Ele teve um acréscimo de votos no 2º turno um pouco maior do que o de Bolsonaro: 7.520 votos a mais.

O número de votos em branco para a presidência da república no 2º turno em Queimados  foi de 1.456 e o de nulos foi de 6.155, perfazendo um total de 7.611 votos inválidos, maior que no primeiro turno que foi de 6.231 votos.

O governador eleito Wilson Witzel também obteve um percentual elevado nas urnas queimadenses no 2º turno: 66,69% dos válidos, num total de 35.948 votos, quase dobrando a votação em relação ao 1º turno (17.379 votos a mais).

Já o candidato derrotado Eduardo Paes mais que dobrou sua votação no 2º turno, em Queimados, conquistando 17.734 votos (33,04% dos votos válidos), 9.309 votos a mais do que no 1º turno.

O número de votos brancos para o governo do estado no 2º turno foi de 2.160 e o de nulos foi de 8.483, perfazendo um total de 10.643 votos inválidos, número menor que no 1º turno, quando foram invalidados 12.114 votos.

PUBLICIDADE LOCAL

COMENTÁRIOS