Em partida realizada na tarde do sábado, 20/10, pela sexta rodada do campeonato iguaçuano Sub-14, no campo do Parque Ipanema, o time da casa, com reforço de dois atletas refugiados sírios, goleou o Clube Gospel de Queimados pelo placar de 8 X 0.

A participação dos jovens refugiados, ambos com 14 anos de idade, se deu por conta da parceria do Parque Ipanema F. C. com a Academia de Futebol Pérolas Negras, um projeto social dirigido pela ONG Viva Rio, com sede em Paty do Alferes-RJ, que aposta no esporte como “uma ferramenta eficaz para inclusão social, igualdade, educação e crescimento profissional.”

A ‘Pérolas Negras’ formou um time mundial de refugiados, composto por haitianos, sírios, venezuelanos e também por atletas brasileiros , que este ano disputa a série B2 do campeonato carioca profissional.

“Hoje existem mais de 25,4 milhões de refugiados  espalhados pelo mundo. São vidas forçadas a deixar seus países de origem por motivos de perseguição devido a sua raça, religião, nacionalidade, opinião política e grupo social. Falamos de famílias que todos os dias enfrentam violação de seus Direitos Humanos mas que não se cansam na busca de uma vida digna’, diz o texto oficial do site da Academia Pérolas Negras.

Neste sábado, 20/10, o Pérolas Negras perdeu a chance de passar à série B1 ao ser derrotado no jogo da semifinal pelo Nova Cidade (4 X 0).   Já o Sub-20 do Pérolas Negras sagrou-se campeão da categoria este ano na série B2, ao vencer o Campos por 2X1.

Para manter-se na disputa de um campeonato profissional, o Pérolas Negras precisava ter pelo menos duas categorias de base: um Sub-20 e um Sub-17, mas só tinha o Sub-20 e fez, então, uma parceria com o Parque Ipanema F. C., que cedeu seu time Sub-17 para complementação dos quadros do Pérolas Negras, sob o comando do técnico Juan Pereira.

E a parceria vai de vento em popa.

Este ano o Viva Rio fez uma peneira internacional e trouxe 4 (quatro) jovens sírios refugiados para reforçar suas categorias de base: dois para o Sub-14 e dois para o Sub-17.

Os sírios do Sub-14, Omar Al Deiri  e Qais Al Damen, fizeram seu primeiro jogo neste sábado, em Queimados, integrando-se à Equipe do Parque Ipanema F. C,

Também estiveram acompanhando a partida vitoriosa do Parque Ipanema o técnico dos jovens sírios:  Joseth, que trabalhava na Jordânia com os meninos no campo de refugiados  de Zaatari; o atleta Etienne Júnior, craque do Sub-20;  e a professora Paula Martinez Melo, responsável pela área de educação da Academia de Futebol Pérolas Negras.

O jovem sírio Qais, excelente zagueiro, foi um dos destaques da memorável partida e fez um dos oito gols do Parque Ipanema.

O Presidente do Parque Ipanema F. C. (Brazão) e o Vice-Presidente (Paulo José – Dedé) felizes com a parceria com o Pérolas Negras.

 

PUBLICIDADE LOCAL

COMENTÁRIOS