A bailarina mirim Cláudia Vitória dos Anjos de Lima, de 09 anos de idade, moradora do bairro São Miguel, em Queimados, foi uma das classificadas na pré-seleção para ingresso na Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, sucursal do famoso Ballet Bolshoi da Rússia.

Na Pré-Seleção, realizada numa escola da zona sul do Rio de Janeiro, Cláudia conquistou uma de 14 vagas numa disputa em que participaram mais de 500 (quinhentas) concorrentes.

No próximo fim de semana, nos dias 19, 20 e 21 de outubro, ela vai participar da seletiva nacional, na cidade de Joinville, em Santa Catarina, onde todos os anos o Ballet Bolshoi seleciona novos talentos para ingresso nos cursos básico e técnico de dança clássica.

A talentosa Cláudia Vitória, aluna,desde os 6 (seis) anos de idade, do Studio de Dança Corpo e Arte, na Estrada do Lazareto, no Bairro N. S. da Glória, dirigido pela  Professora Michelly Alves,  tem tido excelente desempenho em todas as competições em que participa.

No mês de agosto deste ano, Cláudia conquistou 6 (seis) primeiros lugares e um segundo lugar em 07 (sete) coreografias numa competição no Liceu de Artes e Ofícios no Rio de Janeiro: duas conquistas individuais (solo) e as outras cinco em grupo, com as colegas do Studio de Dança Corpo e Arte. Além disso recebeu o prêmio de Destaque da Competição.

Cláudia Vitória com a Professora Michelly Alves, exibindo as medalhas e os prêmios recebidos como Destaque das competições de Coreografias no Liceu de Artes e Ofícios no Rio de Janeiro, em agosto deste ano.

No final do ano passado, Cláudia, numa competição disputadíssima, ganhou uma Bolsa de Estudos de 100% para a Escola de Ballet do Teatro Municipal do Rio de Janeiro, mas nem chegou a iniciar as aulas, por conta da dificuldade e dos gastos com locomoção diária de Queimados para a Capital.

Passar na seletiva nacional para o Ballet Bolshoi não é nada fácil. Cláudia estará disputando 20 (vinte) vagas femininas com uma multidão de candidatas. Segundo a instituição selecionadora a proporção é de 125 candidatas para cada vaga; mais difícil do que passar num vestibular para medicina.

Mas a mãe de Cláudia, Taciana Lima, está confiante e já tomou uma decisão: caso Cláudia consiga uma vaga para a Escola de Teatro Bolshoi no Brasil, a família vai se mudar para Joinville, Santa Catarina, para dar o suporte que a nossa bailarina precisa para fazer a carreira brilhante que promete.

 

 

 

 

COMENTÁRIOS