Alessandro de Melo Mota, 42 anos, morador de Anchieta e funcionário concursado da Prefeitura Municipal de Queimados, exercendo atualmente o cargo de Coordenador do CRAS do bairro Nova Cidade, faleceu na quinta-feira, 21/12, em virtude de complicações decorrentes de uma cirurgia bariátrica (redução de estômago).

Alessandro chegou a Queimados a cerca de 3 anos, através de um concurso público para o cargo de Secretário de Escola, que exerceu durante algum tempo na E. M. Luiz de Camões.

Carismático, de sorriso largo e cativante, logo ganhou a simpatia de muita gente e fez muitos amigos por aqui. Ele chegou a participar das eleições de 2016 como candidato a vereador pelo DEM, partido que presidiu num período de transição até a chegada do então vereador Lúcio Mauro.

Alessandro Mota era também suplente do Conselho Tutelar e exerceu interinamente o cargo de Conselheiro por 5 (cinco) meses, em substituição a titulares em período de férias.

Alessandro teve complicações decorrentes de uma cirurgia bariátrica feita há cerca de 10 (dez) dias. Ele saiu do hospital na segunda-feira, 18/12. Na quinta-feira, 21/12, passou mal e foi levado às pressas para uma UPA, mas teve uma parada respiratória e já chegou em óbito.

O corpo de Alessandro será velado, nesta sábado, 23/12, a partir das 11 horas, na comunidade católica de Nossa Senhora das Dores e São Judas Tadeu, na Estr. do Engenho Novo, 270, casa 12, em Anchieta, Rio de Janeiro.

O sepultamento será às 16 horas, no cemitério de Ricardo de Albuquerque.

Alessandro Mota deixa esposa, três filhos e uma netinha de meses.

Um dos muitos amigos que fez em Queimados, o diácono Edilson Ventura, descreve assim o seu perfil: “Sempre alegre e sorridente, um homem de fé, dedicado à família e a Igreja. Que o Senhor o acolha em sua Glória e conforte sua esposa Thais, seus filhos, toda a família e sua Comunidade de fé.”

 

 

 

PUBLICIDADE LOCAL

COMENTÁRIOS